MISSÕES ADFLORIPA realiza culto em Atalanta (SC)

Parte do grupo que viajou com Missões Adfloripa com alguns irmãos de Atalanta
    Serra do Pitoco - esse era o antigo nome de Atalanta, a 200 Km da capital. A cidade é considerada como a "Capital Ecológica de Santa Catarina" pelos trabalhos desenvolvidos na preservação ambiental e na produção de mudas nativas. O nome da cidade foi dado em homenagem à conquista da copa da Itália pelo clube bergamasco em 1963. Colonizada por alemães e italianos, possui um pouco mais de 3.200 habitantes (IBGE 2017). Muito embora Atalanta esteja longe de ter a agitação dos grandes centros urbanos, ela se apresenta com inúmeros desafios para a evangelização. 

    Nossa equipe esteve no último sábado (27) para ver de perto esse campo missionário, já que MISSÕES ADFLORIPA envia uma contribuição mensal para a igreja local. Ao todo, 19 pessoas participaram dessa viagem que contou com o apoio das congregações de Jurerê, Betânia, Vargem Pequena, Vargem Grande e Jerusalém. Todos estavam envolvidos para propósitos especiais - colaborar na evangelização , levar um palavra de ânimo aos pastores e à igreja e também entregar roupas e mantimentos doados pela ADFLORIPA. O culto evangelístico, realizado ao lado da Prefeitura do município, durou um pouco mais de uma hora. Na sequência fomos recepcionados na igreja com um delicioso café para um momento de comunhão e também para ouvir dos pastores ali presentes relatos dos trabalhos realizados. 

    Josemar Gomes Pereira, líder de missão na Vargem Grande, viajou conosco para a Atalanta e ratificou as palavras do próprio Cristo quando conheceu a cidade: "A seara é realmente grande e temos que nos preparar cada vez mais para realizar essa grande obra. Precisamos mais da presença Dele conosco. Deus deseja operar coisas extraordinárias através de nós", afirma Pereira. 

      A Assembleia de Deus de Atalanta dispõe no momento de apenas do templo Central com aproximadamente 50 pessoas entre membros e congregados. O Pastor-Presidente, Josué Cardoso , que está ali há quatro meses, revela que os recursos financeiros não são suficientes para atender as demandas da igreja. Além disso ressalta a falta de obreiros que atue de forma integral no campo. Esses trabalhos são realizados por ele e a esposa Maria, além da cooperação do casal Eloir Lima e Cleci, que são missionários voluntários há mais de cinco anos na igreja. Eles moraram durante 14 anos no Morro do 25, em Florianópolis, e agora ajudam a igreja local. As estratégias de evangelização também tem a participação de Gilmar dos Santos e da esposa Bernadete que são os líderes de missões. 

     Nas visitas realizadas nos bairros, o pastor nos conta o que Deus tem realizado no meio deles: "Nós tocamos violão e cantamos, oramos e as pessoas ficam muito felizes. Temos vários testemunhos de pessoas que foram curadas. Muito embora a cidade não tenha uma população tão expressiva, há residências em sítios distantes da parte central e em lugares de difícil acesso. Temos visitado pessoas que trabalham na roça e que tem ouvido a mensagem do Evangelho. Muitos tem pedido nossas orações até por telefone. Tem sido uma bênção. Apesar dos desafios diários, eu amo essa cidade, estou muito feliz por estar aqui e tenho fé que Deus irá levantar outras pessoas para nos ajudar, como a igreja de Florianópolis", conclui Cardoso.  

    Os atalantenses vibraram e até trocaram o nome da cidade pela vitória no jogo de futebol em 1963. Foi bom comemorar, mas esse momento foi passageiro, efêmero. No entanto,  o gozo estampado no semblante do pastor Josué Cardoso e sua esposa e toda a igreja é inigualável e eterna. O objetivo do trabalho missionário que está sendo realizado ali é de compartilhar essa felicidade com o próximo mediante a salvação em Cristo Jesus para que sejam libertas e que sejam canais de bençãos a outras vidas e, com isso, transformar a sociedade. À Deus toda a glória! 


C Pedro Fermiano Jr.
SC 3291 JP - Jornalista 


Parte da equipe que viajou conosco

Para chegar até a cidade atravessamos mais 20 Km em uma estrada de chão


No culto evangelístico houve unidade entre os participantes e a igreja

O culto foi intercalado com louvores. 

Momento de comunhão em Atalanta 
Igreja Central 

Pastor-Presidente com as doações recebidas



Missionários voluntários - Eloir Lima e esposa Clei

Gilmar e Elisabete que cooperam na igreja local.





Vídeo enviado por Eloir Lima




Comentários

  1. Viagem maravilhosa... com a oportunidade de trabalhar para o Reino de Jesus.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns por todo trabalho, ótimo texto de relatório. Bom ver tbém irmãos Luiz e Pr. Odair empenhados neste relevante projeto!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas